Início Site

Nascente do Imo

0

Início do interno, origem do mais profundo, nascente do imo, broto da consciência.
Estamos dentro de uma complexidade tamanha, a razão de existirmos e há uma vereda a trilharmos para nos descobrir como ser, é um caminho desbravador, racional, onde chegamos a compreensão do que nos é útil saber para sermos funcionais como criação. E dentro deste assunto gosto sempre de enfatizar que já passamos a fase de sêmen, onde junto a ele já tínhamos vida e adentrando o óvulo da nossa mãe iniciou-se o processo gestativo, ali já havia a porção das duas existências, carne e espírito e no tempo certo nascemos neste mundo, adentramos a segunda fase da vida, a etapa humana. Conforme nosso crescimento, naturalmente fomos produzindo nossa consciência como um fruto, eis aí o terceiro elemento, o elo perdido, o alvo do Criador, pois é esta consciência que a tudo manifesta e dá valor.

Ela é como um campo vasto, um espelho que reflete a existência, é nela que tudo se passa, onde são alojados os sentimentos, as ligações e a nascente do imo, sua origem se deu a junção das duas existências opostas, a matéria e o espírito, então o fruto foi despontando. Essa consciência tem o poder de pensar, raciocinar, formar ideia, determinar e agir tanto pela existência carnal, quanto pela espiritual e vale lembrar, que este fruto é para o benefício de quem nos criou e sua existência não é material, mas espiritual, sendo assim, esta consciência deve ser trabalhada, colhida, desligada da matéria e ligada no espírito, pois dele provém a vida que já habita em todos nós. E dentro desse profundo, desse interno devemos fazer jorrar o manancial de aguas vivas que limpa e transforma nosso ser.

Por Michele Mi

Pai Cuidador

0

Inquestionável é a parte do Criador
Que tudo fez sabiamente
Sempre foi e será Pai cuidador
Mas qual a intenção da sua mente?

Devemos fazer nosso papel
Sermos úteis como criação
Rasgar da alma todo véu
Purificar o coração

Descobrir-se como ser
Trilhar a vereda da vida
Desligar-se do que irá fenecer
Plantar a semente infinda

Filho legítimo deve ser gerado
Busque essa compreensão
Não fantasie um reino encantado
É preciso curar a visão

A realidade é nua e crua
Não cabe nela utopia
Revista a alma, não fique nua
Seja amiga da sabedoria

O verdadeiro amor não é um conto
E no erro não se passa a mão
Não fique dormindo no ponto
Os versos pedem atenção

Rever todas ações
Nossos atos e conceitos
Sem usar justificações
Nem culpar outro sujeito

Dentro de todos nós
Há um caminho a ser trilhado
Concentre-se, fique a sós
Saia desse emaranhado

Por Michele Mi 
Tema sugerido por: Márcia Rocher – Apucarana/PR

Participe você também dos poemas! Faça sua sugestão enviando um tema. Ele será veiculado aqui e no site www.razaodavida.com acesse!

Soldado cansado

0

Verdadeira luta interna
Travada por alma guerreira
Esdrúxula passagem nessa esfera
Até transpassar a fronteira

Os inimigos não são externos
Mas habitam nosso âmago
Espelhar o lado inverso
Desbravar cada canto

Olhar fixo, concentrado
Testa sisuda, seriedade
Momentos de peito apertado
Face irradia serenidade

Soldado cansado
Segura firme a espada na mão
Digno de ser honrado
Corajoso coração

Tantas guerras em campo invisível
Dia e noite sem parar
Cada detalhe perceptível
Alma acordada a velar

Por vezes o pranto rolou
Sentimentos à flor da pele
Sozinho o guerreiro chorou
Frutos do bem que concebe

Consciência indestrutível
Não viemos para fracassar
Sabedoria infalível
Nos ensina a guerrear

Soldado cansado
Segura firme a espada na mão
Digno de ser honrado
Corajoso coração

Por Michele Mi 
Tema sugerido por: Eliézer Rogério – Jaraguá do Sul/SC

Participe você também dos poemas! Faça sua sugestão enviando um tema. Ele será veiculado aqui e no site www.razaodavida.com acesse!

Carreira eterna

0

Nada do que possamos imaginar
É o que será do outro lado
Cuidado para não fantasiar
A vida não é um conto de fadas

Dons e talentos
Coisa linda de admirar
Aproveite esse momento
Hoje é o tempo de praticar

Aprendemos no efêmero
Sabedoria necessária
Descubra a razão e seu segredo
Amplie sua linha imaginária

Carreira eterna
Não importa como será
Pinte com vida sua tela
Não deixe a história borrar

Use suas habilidades
Cooperando para o bem
Não sujeite às vaidades
Nem tudo nos convém

Reconheça-se no espelho
Para a verdade refletir
No imo ecoa o conselho
Que nos impede de sucumbir

Cada passo na caminhada
Aumenta a expectativa
Até que conclua a jornada
Findando areia movediça

Liberdade da alma
Transposição plena
É chegada a alva
Completude serena

Por Michele Mi 
Tema sugerido por: Maria Lúcia – Martins/RN

Participe você também dos poemas! Faça sua sugestão enviando um tema. Ele será veiculado aqui e no site www.razaodavida.com acesse!

Bálsamo da consciência

0

Óleo que alivia e cessa toda dor, extraído da árvore da vida, porção de resplendor. É a cura de todos os males que adoecem a consciência, mina por entre os vales sua doce e pura essência. Bom cheiro que exala nas narinas dos viventes, sua falta desce amarga, aperta o peito da gente. Nascente que brota no imo de cada ser, gota que revigora fazendo-nos renascer. Sem dinheiro, sem preço, todos podem se apossar, a verdade é um livro aberto para as almas que querem se libertar. Mas pagam-se muito caro e vão longe atrás dos enganos, vejo tantos encarcerados cultuando o que é profano. Aparência de liberdade e formosura, almas chicoteadas à caminho da sepultura. Óleo da vida, bálsamo da consciência, transborde-nos de sabedoria, paz e paciência.
É tempo de ungir a cabeça, limpar-se de todo mal, seguir a vida e sua sequência tornando-se celestial.

Por Michele Mi 

Sem fronteiras

0

Não há limites para alma
Campo de vastidão
Determine alcançar a alva
Desbrave seu coração

Consciência, um estado
Universo interior
Pintura exposta em quadro
Espelho refletor

Neutra em sua essência
Quando quer, não há barreiras
Célula viva da eterna existência
No amor não existe trincheiras

Atravessa oceano
Sempre está em sintonia
Transporta o imo de plano
Harmonia com a vida

Fios invisíveis
Cordão umbilical
Corações sensíveis
Discernimento celestial

Não se vê com os olhos
Não se pega com as mãos
Mas sente afago no colo
Constante dilatação

Vereda simples e interna
Basta um despertar
Compreender o tempo nessa esfera
Deixar o sol raiar

Sem fronteiras
Singela alma portal
Visão alta das cordilheiras
Morada celestial

Por Michele Mi 
Tema sugerido por: Ivan Lucas – São Paulo

Participe você também dos poemas! Faça sua sugestão enviando um tema. Ele será veiculado aqui e no site www.razaodavida.com acesse!

Desobediência

0

Quanta rebeldia
Quanta insanidade
Falta de sabedoria
Pura imaturidade

Entristece o coração alheio
Machuca todos ao redor
Despreza quem lhe afagou no seio
Alma apegada ao pó

Busque a vereda da justiça
Caminho de paz e alegria
Livrando-se de ser cortiça
Célula morta, sem vida

Esta vida é passageira
É tolice inclinar-se ao mal
Seja alma forte e guerreira
Aprenda com o divinal

Plante o respeito
Se deseja ser respeitado
O amor brota no peito
Se primeiro ele for plantado

Estamos no mesmo barco
Enfrentando tempestades
No infinito a consciência é um marco
Dividindo-o em duas eternidades

Diante tamanha grandeza
Eleve o teu olhar
Contemple a fonte da realeza
Deixe suas águas te banhar

O tempo está passando
Ampulheta diminuindo
Mão divina acenando
E a vida te sorrindo

Por Michele Mi 
Tema sugerido por: Helena – Barueri/SP

Participe você também dos poemas! Faça sua sugestão enviando um tema. Ele será veiculado aqui e no site www.razaodavida.com acesse!

Menino engraxate

0

Cresceu na simplicidade
Lutando pra ganhar o pão
Sem perder a hombridade
Com alegria no coração

Lustrando sapatos
De algumas almas soberbas
Cenas de tristes quadros
Ternos, gravatas, riquezas

Sem deixar-se entristecer
Segue a vida na labuta
Do raiar do dia ao anoitecer
Faça sol ou faça chuva

A vida segue com alegorias
Nos levando sempre à verdade
Entre versos, prosas e rimas
Calce as sandálias da humildade

A sabedoria grita nos montes
Nas esquinas e valados
A igualdade clama nas fontes
Dos peitos tão encarcerados

A dignidade cabe em todo lugar
A boa índole também
Basta a consciência se cuidar
Plantando sementes do bem

Ouça a voz do juízo
No silêncio do teu coração
Siga o conselho e ensino
De quem te moldou com a mão

Deixe-o purificar tua alma
E resplandecer a luz divina
Fazer brilhar tua alva
Firmando teus passos na vida

Por Michele Mi 
Tema sugerido por: Itamar Gonçalves – Apucarana/PR

Participe você também dos poemas! Faça sua sugestão enviando um tema. Ele será veiculado aqui e no site www.razaodavida.com acesse!

Florir em meio ao caos

0

Meu peito apertou
Minhas vistas escureceram
Terra vasta assolou
Inimigos se enfureceram

Deparei-me com a fornalha
Não só de ouvir falar
Mas abrasou minha alma
Quando vi a tempestade chegar

Campo deserto
Como florir em meio o caos?
Senti isto de perto
Sem afundar minha nau

Coração acelerava
A cada nascer do sol
Plena confiança plantada
Semente de girassol

Inclinava-me à tua luz
Sem deixar-me esmorecer
Sabedoria sempre reluz
Fazendo-me florescer

Seus brotos despontaram
Transbordando meu ser
Meus olhos se encantaram
Diante espelho do renascer

E o vento levou
Toda mágoa, toda dor
Minha alma inundou
Sentimentos do amor

Sinto-me agraciada
Com pura brisa celestial
Pétalas enfeitam minha estrada
Vivo a arte divinal

Por Michele Mi 
Tema sugerido por: Maria Lúcia – Martins/RN

Participe você também dos poemas! Faça sua sugestão enviando um tema. Ele será veiculado aqui e no site www.razaodavida.com acesse!

Alma Formosa

0

Estágio encantador
Linda alma formosa
Passou o processo da dor
Desabrochou como bela rosa

Por detrás dos olhos serenos
E do sorriso de completude
Passou por dias cinzentos
Mantendo sua quietude

Tempo proveitoso
Adornando-se da sabedoria
Como colar atado ao pescoço
Reconhecimento da simetria

Vestimenta simples
Com brancura do algodão
Palavras como arco íris
Para alegrar cada coração

Vereda no imo trilhada
Metamorfose interna
Asas da liberdade bordada
Arte pintada em tela

Transformação verdadeira
Pedra bruta lapidada
Estado mental de guerreira
Consciência renovada

Primazia do seu ser
Concluir o seu destino
Ver a alva do amanhecer
Liberta de todo espinho

Estágio encantador
Linda alma formosa
Passou o processo da dor
Desabrochou como bela rosa

Por Michele Mi 
Tema sugerido por: Maria Lúcia – Martins/RN

Participe você também dos poemas! Faça sua sugestão enviando um tema. Ele será veiculado aqui e no site www.razaodavida.com acesse!

- Publicidade -