Sereno da noite

Parecia ser liberdade
Gotículas em minha cabeça
Uma fantasia maquiada por verdade
Mais tarde veio em sentença

Rodamoinho do vento
Girando em volta do umbigo
Vida persevera no aceno
Alma em constante declínio

Corpos e ânimos quentes
Corações tão frios
Conscientes inconsequentes
Faces pálidas sem brio

Sereno da noite
Calada madrugada
Ventre sofrendo açoites
Alma trancafiada

Traumas que berram
Elos aumentam as correntes
Gritos ocultos dilaceram
Pensamentos incoerentes

Borrasca em alto mar
Turbilhão dentro de mim
Compreensão vem acalmar
Trazendo paz sem fim

Momento introspectivo
Aconchego do meu lar
Conhecer meu próprio imo
Borda asas para voar

Contemplo nova aurora
Sinto o sol me aquecer
Celeste aos poucos aflora
Fragmentando o fenecer

Por Michele Mi 

Participe você também dos poemas! Faça sua sugestão enviando um tema. Ele será veiculado aqui e no site razaodavida.com acesse!

Comentários Facebook
By Michele Mi

Cantora, compositora,poetisa, escritora e comunicadora com o intuito de levar a conscientização do autoconhecimento de cada consciência e a razão da existência humana

Deixe uma resposta

No widgets found. Go to Widget page and add the widget in Offcanvas Sidebar Widget Area.
%d blogueiros gostam disto: