Não há limites para alma
Campo de vastidão
Determine alcançar a alva
Desbrave seu coração

Consciência, um estado
Universo interior
Pintura exposta em quadro
Espelho refletor

Neutra em sua essência
Quando quer, não há barreiras
Célula viva da eterna existência
No amor não existe trincheiras

Atravessa oceano
Sempre está em sintonia
Transporta o imo de plano
Harmonia com a vida

Fios invisíveis
Cordão umbilical
Corações sensíveis
Discernimento celestial

Não se vê com os olhos
Não se pega com as mãos
Mas sente afago no colo
Constante dilatação

Vereda simples e interna
Basta um despertar
Compreender o tempo nessa esfera
Deixar o sol raiar

Sem fronteiras
Singela alma portal
Visão alta das cordilheiras
Morada celestial

Por Michele Mi 
Tema sugerido por: Ivan Lucas – São Paulo

Participe você também dos poemas! Faça sua sugestão enviando um tema. Ele será veiculado aqui e no site www.razaodavida.com acesse!

Comentários Facebook

Deixe uma resposta