Um sorriso largo
Estampado na face
Um peito amargurado
Diante seus enlaces

Etiquetas e pompas
Soberba e arrogância
Onde está a simplicidade das pombas
E a pureza da criança?

Que deixa o coração falar
Sem esconder a verdade
Não mede para expressar
E sente o clima da liberdade

Viver de aparência
É a pauta desse mundo
As mil faces da consciência
E o anjo da vida mudo

O valor está no externo
E o dinheiro dá muito poder
Mas como está o lado inverso
Já tentou se reconhecer?

Olhar-se na alma espelho
E ver-se totalmente nua
Desvendar todo segredo
Tornar-se essência pura

O tempo passa e se esvai
E a vida segue seu destino
A flor murcha e um dia cai
Quem descobriu seu sentido?

Não importa o lado de fora
Está no interno o que tem valor
Hoje é o dia, agora é a hora
De compreender o que é o amor

Por Michele Mi 
Tema sugerido por: Elení Fernandes – Martins/RN

Participe você também dos poemas! Faça sua sugestão enviando um tema. Ele será veiculado aqui e no site www.razaodavida.com acesse!

Comentários Facebook

Deixe uma resposta