Brasa perpétua da vida
Luz celeste incandescente
Reverbera o tom em harmonia
Palpita no peito contente

É possível apossa-la
E unificar-se a ela
Se a alma no ventre encontrá-la
E gesta-la dentro dela

Bem mais precioso
Que podemos obter
Tesouro valioso
Não podemos jamais perder

Não tem como expressar
E retratar esse sentimento
A vida está a nos chamar
A todo instante, todo tempo

Ela sussurra em nossos ouvidos
E pulsa nosso coração
Clama pelo vento e seu sonido
Passeia na poesia e na canção

Os pássaros cantam sua mensagem
O cortejo fúnebre nos alerta a acordar
Neste mundo estamos só de passagem
E a sabedoria devemos acompanhar

Pois um dia a luz se apaga
Deixando a frieza no pó
O ciclo segue sua jornada
Sem piedade nem dó

Não deixe o tempo passar
Sem acender em ti a chama
Até o silêncio tem muito a falar
A verdade à alma clama

Por Michele Mi 

Participe você também dos poemas! Faça sua sugestão enviando um tema. Ele será veiculado aqui e no site www.razaodavida.com acesse!

Comentários Facebook

Deixe uma resposta