Dom natural
Inerente à consciência
Vindo do divinal
Extraído de sua essência

É tão bom poetizar a vida
Expressar os sentimentos
Vestir as rimas com maestria
Aprofundar o entendimento

Visão privilegiada
Bela e sublime
Arte que nos deixa encantada
E nos detalhes se exprime

Até a tristeza se transforma
Nos pensamentos da poetiza
O ferreiro utiliza a bigorna
A alma poeta molda com a sabedoria

As poesias são quais os doces
Que alegram os nossos dias
Enfeitam e exalam como as flores
Cheiro suave nas rimas

Bailando entre os versos
Levo a cura aos corações
A verdade de cada inverso
O brilho das constelações

Inspiração do céu
Sobe e desce pela escada
Preenche a tela e o papel
Colore a nossa jornada

O cantar do passarinho
Acabou de me alertar
Alimente as almas com carinho
Não deixe de poetizar

Por Michele Mi 

Participe você também dos poemas! Faça sua sugestão enviando um tema. Ele será veiculado aqui e no site www.razaodavida.com acesse!

Comentários Facebook

Deixe uma resposta