Um mundo de aparências
Esqueceram-se do lado interior
Olhe o estado das consciências
Por não se darem o devido valor

Tudo fora de padrão
Exageros no extremo
Como Narciso tornou-se o coração
Querendo ser visto nos espelhos

Não somos o centro das atenções
Devemos saber nos portar
Todos passam por aflições
Espere seu tempo chegar

Façamos a nossa parte
Em toda e qualquer situação
Transformar-se é uma arte
Que requer dedicação

A necessidade de ser visto
Atrapalha no caminho da mudança
É preciso purificar o imo
Ser sereno e ter temperança

Deixe as coisas fluírem
Com paciência, calmamente
Os frutos brotam e vingam
E são vistos naturalmente

Torne-se uma célula viva
Alma perfeita para morada
Estrela candente infinda
Ventre de beleza rara

Ser luz é o que importa
Por onde passa reverbera
Abra ao lume a sua porta
Plante a vida em sua terra

Por Michele Mi 
Tema sugerido por: Loir Xavier – Campo Grande/MS

Participe você também dos poemas! Faça sua sugestão enviando um tema. Ele será veiculado aqui e no site www.razaodavida.com acesse!

Comentários Facebook

Deixe uma resposta