Eu sei que tu almejas a liberdade
E ouço o barulho das correntes
Tua alma aprisionada clama pela felicidade
Querendo soltar as asas da tua mente

A haste que te prende é o sentimento
Agruras vulcanizadas ao pó
Incompreensões que resultam em sofrimento
Apegos que prendem feito nó

Sou eu que devo buscar
A minha própria emancipação
Coragem para voar
Desprendimento do coração

Liberte-se de si mesmo
Voe com a sabedoria
No lume está o segredo
E a chave da sua alforria

O poder está no interno
Para determinar e agir
Sacudir a poeira do universo
E não deixá-lo me sucumbir

Prisão mental dilacera o peito
Adoece e angustia
Águas salgadas inundam o leito
É necessário mudar esta sina

A qualquer momento pode plantar
A semente genuína da verdade
Aguarde o tempo e ela brotará
Florescendo no imo sua liberdade

Liberte-se de si mesmo
Voe com a sabedoria
No lume está o segredo
E a chave da sua alforria

Por Michele Mi 
Tema: Loir Xavier – Campo Grande/MS

Participe você também dos poemas! Faça sua sugestão enviando um tema. Ele será veiculado aqui e no site www.razaodavida.com acesse!

Comentários Facebook

Deixe uma resposta