Sol escaldante
Queimava minha tez
Nessa bolha flutuante
Lutando contra a insensatez
Somente ao lado da compreensão
Atravessamos o caminho inverso
Vereda escrita no coração
Onde encontramos o abrigo no deserto
A sombra que precisamos
Refrigério e gotas de calma
Metamorfoseando
Campo fértil da alma
Fortaleza da consciência
Lume acolhedor
Nem os ditos mestres da ciência
Decifraram o seu amor
Existência oculta aos olhos
Mãos que não podem apalpar
Mas enlaça e eleva ao alto
Sentimento de arrepiar
Inspiração das minhas rimas
Ar fresco do meu sossego
Joia rara, sabedoria
Revelador de todo segredo
Aconchego do meu imo
Paz e serenidade
O deserto ficou pequeno
Com as asas da liberdade
Fortaleza da consciência
Lume acolhedor
Nem os ditos mestres da ciência
Decifraram o seu amor

Por Michele Mi 
Tema: Loir Xavier – Campo Grande/MS
Participe você também dos poemas! Faça sua sugestão enviando um tema. Ele será veiculado aqui e no site www.razaodavida.com acesse!

Comentários Facebook

Deixe uma resposta