Parecia resistente
Mas quebrou-se pelo caminho
Sem domínio colocou as emoções a frente
Perfurando como os espinhos

Não soube guardar-se
E analisar cada ação
Como bomba relógio veio a estourar-se
Perdendo toda a razão

Instável e bipolar
Consciência vulnerável
Não consegue suportar
Nem ao menos uma palavra

Vejo as almas sangrarem
Com os cacos da incompreensão
O que fazer para se curarem
E reverterem esta situação?

Há uma base sólida
No profundo do nosso ser
Firme como uma rocha
Aurora do amanhecer

Serenidade do meu coração
Sabedoria divinal
Luz da minha imensidão
Paz em meio ao temporal

Aconchego da minha alma
Leveza em pleno vendaval
Nas adversidades me trouxe a calma
Sentimento abissal

Coração de vidro
Transmute seu material
Metamorfose do imo
Fortaleza celestial

Por Michele Mi 
Tema: Márcia Rocher – Apucarana/PR

Participe você também dos poemas! Faça sua sugestão enviando um tema. Ele será veiculado aqui e no site www.razaodavida.com acesse!

Comentários Facebook

Deixe uma resposta