A reunião teve a participação de representantes das áreas de Educação, Esporte, Ensino Superior, Comunicação, Cultura, Segurança Pública, Defesa Civil, Justiça, Família e Trabalho, Agricultura, Casa Civil, Procuradoria-Geral do Estado, Desenvolvimento Urbano, Detran, Sanepar, Copel e Desenvolvimento Sustentável e Turismo
A reunião teve a participação de representantes das áreas de Educação, Esporte, Ensino Superior, Comunicação, Cultura, Segurança Pública, Defesa Civil, Justiça, Família e Trabalho, Agricultura, Casa Civil, Procuradoria-Geral do Estado, Desenvolvimento Urbano, Detran, Sanepar, Copel e Desenvolvimento Sustentável e Turismo

O Governo do Estado do Paraná realizou nesta quinta-feira (12) uma reunião de alinhamento com equipes de diversas áreas. O encontro foi organizado pela Secretaria da Saúde para orientar sobre os procedimentos necessários em relação à doença, além de informar que o momento exige atenção, mas a principal recomendação é estimular a prevenção com boas práticas de higiene. O Paraná registra seis casos confirmados de COVID19, doença causada pelo coronavírus.

Uma das informações compartilhadas é de que no momento nenhuma atividade ou evento precisa ser suspenso em razão da doença. Outra orientação foi a de que a principal porta de entrada para pessoas que apresentem sintomas do coronavírus são a unidades básicas de saúde dos municípios, que farão o encaminhamento necessário conforme cada caso.

Representantes da Secretaria de Saúde pontuaram que o Paraná tem uma estrutura de saúde preparada para o enfrentamento da doença. Um dos diferenciais é a Vigilância de Síndromes Respiratórias, considerado modelo pelo Ministério da Saúde, que tem 51 unidades espalhadas pelo Estado. Se necessário, 60 hospitais estão habilitados a receber pacientes, todos com UTIs reservadas para casos graves.

As equipes foram orientadas a reforçar em suas áreas de atuação que pessoas que apresentem sintomas semelhantes ao de uma gripe evitem aglomerações. A medida é especialmente importante para grupos de maior risco, como idosos e pessoas portadoras de doenças preexistentes. Outra orientação é o isolamento domiciliar em caso de suspeita da doença.

PRESENÇA – A reunião teve a participação de representantes das áreas de Educação, Esporte, Ensino Superior, Comunicação, Cultura, Segurança Pública, Defesa Civil, Justiça, Família e Trabalho, Agricultura, Casa Civil, Procuradoria-Geral do Estado, Desenvolvimento Urbano, Detran, Sanepar, Copel e Desenvolvimento Sustentável e Turismo.

Fonte: Agência de Notícias do Paraná

Comentários Facebook

Deixe uma resposta