O plano traça as principais ações a serem executadas por todos os departamentos da Secretaria de Estado da Administração e da Previdência, com o objetivo trazer mais agilidade, eficiência e desburocratização da administração pública
O plano traça as principais ações a serem executadas por todos os departamentos da Secretaria de Estado da Administração e da Previdência, com o objetivo trazer mais agilidade, eficiência e desburocratização da administração pública

A Secretaria de Estado da Administração e da Previdência divulgou o Plano de Metas da pasta para 2020. O documento traça as principais ações a serem executadas pelos departamentos com o objetivo de trazer mais agilidade às atividades e desburocratizar a administração pública.

As metas foram construídas levando em conta o Plano de Governo nas ações que envolvem os departamentos da secretaria, o Plano Plurianual, a Lei Orçamentária Anual e apontamentos do Tribunal de Contas.

O Núcleo de Planejamento Setorial coordena o plano e será responsável por acompanhar as ações e aferir se as metas estão sendo atingidas. “Estas metas não interferem nas atividades rotineiras já desenvolvidas pelos departamentos. Mas, ao traçarmos novas metas, estamos desafiando as equipes a produzirem mais, encontrarem soluções para os problemas e, sobretudo, estamos tornando o serviço público mais eficaz”, afirma o secretário estadual da Administração e da Previdência, Reinhold Stephanes.

PLANO – Entre as metas do plano para o Departamento de Gestão do Transporte Oficial (Deto), está a implantação do Táxi Gov, sistema de transporte individual de servidores por meio de empresa contratada via processo licitatório. A modalidade trará economia e eficiência operacional à administração pública e a reduzirá a frota de veículos.

O Departamento de Recursos Humanos e Previdência tem os objetivos a centralização, em base única de dados no RH-Paraná/Meta4, da gestão e folha de pagamento e a extinção dos sistemas paralelos que ainda existem.

O Departamento de Patrimônio do Estado (DPE) tem entre as ações estabelecidas a finalização da atualização do cadastro imobiliário do Estado, o que vai permitir uma gestão ainda mais eficiente e transparente do patrimônio público.

INTELIGÊNCIA – Entre as metas da Departamento de Logística para Contratações Públicas (Decon) está a otimização da integração do Sistema de Gestão de Materiais (GMS) com a ferramenta de Business Intelligence (BI) do Governo do Estado. De acordo com o chefe da Divisão de Suporte ao GMS, Cleverson Neri Machado da Silva, o BI já possibilita que os usuários gerem relatórios que permitem visualizar as ações desenvolvidas. “Hoje, a interface do BI não é tão intuitiva. Nossa meta é torná-la mais ágil e de fácil acesso, auxiliando na tomada de decisões”, explica.

Foi através dos relatórios gerados pela ferramenta, por exemplo, que a Secretaria da Administração identificou a necessidade de promover licitações regionalizadas, para evitar que os certames fossem desertos e incentivar a participação de micro e pequenas empresas. A ampliação da integração do BI ao sistema de compras deve dar suporte mais consistente ao setor, auxiliando na tomada de decisões e facilitando o monitoramento de resultados.

Acesse AQUI o Plano de Metas 2020.

Fonte: Agência de Notícias do Paraná

Comentários Facebook

Deixe uma resposta