O casal, que apresentou sintomas do coronavírus, chegou ao Rio no dia 20, vindo de Barcelona, na Espanha
O casal, que apresentou sintomas do coronavírus, chegou ao Rio no dia 20, vindo de Barcelona, na Espanha

A Justiça do Rio de Janeiro concedeu nesta sexta-feira (28) à cidade de Paraty (a 250 km da capital fluminense) o direito de manter em internação hospitalar um casal de turistas franceses suspeito de ter contraído o coronavírus.

No final da tarde saiu o resultado do exame do casal, que deu positivo para gripe tipo A. Com isso, os franceses já foram liberados.

Segundo a decisão da juíza Maria Izabel Pena Pieranti, no plantão noturno da Comarca da Capital, os turistas Sylvie Martin e Jacky Daniel Guy Rivalin insistiam “em deixar a unidade hospitalar a qualquer custo, descurando a própria segurança e da saúde pública”.

Ambos viajaram para a cidade do Rio no último dia 20, vindos de Barcelona, na Espanha. Chegaram a Paraty na última quarta (26) com sintomas compatíveis à doença e foram internados na quinta (27) no Hospital Municipal Hugo Miranda.

Entre os sinais que eles apresentam estão infecção aguda das vias aéreas, febre, odinofagia (dor ao engolir), mialgia (dor muscular) e tosse. Por isso o casal foi isolado e submetido a exames laboratoriais. Os resultados devem sair em até 48 horas, segundo a prefeitura.

A decisão judicial cita ainda que, “ante a seriedade, a urgência e a vulnerabilidade da questão, o município de Paraty vem se valendo do atributo da autoexecutoriedade dos atos administrativos para manter os pacientes em tratamento, […] tendo sido forçado a lançar mão da Guarda Municipal para manter os demandados internados e isolados”.

A assessoria de imprensa da cidade, porém, afirmou à reportagem que não foi necessário acionar a Guarda Municipal porque o casal aceitou ficar em observação na unidade até o resultado dos exames.

A cidade divulgou uma nota ressaltando que “se tratam de dois casos suspeitos e que os dois pacientes estão em áreas isoladas, não havendo motivo para alarme por parte da população”. Acrescentou ainda que a orientação para permanecer em observação é do governo federal.

“Por determinação do Ministério da Saúde, turistas estrangeiros que buscam atendimento na rede municipal com sintomas de doenças respiratórias e provenientes dos 16 países com circulação ativa do vírus passaram a ser orientados a permanecer em observação até resultados conclusivos de exames”, diz o comunicado.

Segundo o site G1, o município afirmou à Justiça que, mesmo apresentando infecção aguda das vias aéreas superiores, febre, odinofagia, mialgia e tosse, os dois franceses insistiram em deixar a unidade.

Até agora, o estado do Rio de Janeiro tem 9 dos 132 casos suspeitos de infecção por coronavírus no país, segundo a Secretaria Estadual de Saúde.

“É importante ressaltar que o estado do Rio permanece no nível zero do seu plano de contingência, sem casos confirmados. No momento, há nove casos sob investigação. Os demais níveis do plano (um, dois e três) serão implementados de acordo com parâmetros epidemiológicos, como números de casos da doença”, afirma a pasta.

Fonte: FolhaPRESS

Comentários Facebook

Deixe uma resposta