Futuro concessionário poderá explorar portarias, bilheterias, estacionamento, trilhas e outros ativos por 30 anos
Futuro concessionário poderá explorar portarias, bilheterias, estacionamento, trilhas e outros ativos por 30 anos

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Infraestrutura e Meio Ambiente (SIMA), publicou no Diário Oficial desta sexta-feira (21) a consulta pública para a concessão do Caminhos do Mar. O edital prevê que a empresa vencedora seja a responsável por tornar o local, no interior do núcleo Itutinga Pilões, do Parque Estadual Serra do Mar, conhecido pela vista para o litoral e monumentos históricos, ainda mais atrativo, estimulando o turismo, o entretenimento e o convívio social.

Para isso, a ganhadora deverá implantar atrações e serviços, realizar restauros nos monumentos históricos e fazer a gestão da visitação. Em contrapartida, poderá explorar serviços de ecoturismo e uso público. A concessão será por 30 anos e a modalidade é de concorrência internacional.

Implantações

Os interessados em participar da licitação deverão considerar a implantação de portarias e bilheterias adequadas ao atendimento dos usuários, eliminando assim a necessidade de compra antecipada; a requalificação do estacionamento, com adequação da área e abertura de novos espaços; a instalação de tirolesa, que funcionará como atração âncora do Núcleo, devendo ser aberta ao menos cinco dias por semana.

Além disso, as trilhas deverão ser melhoradas, e a Casa de Visitas, reformada, com intervenções elétricas e hidráulicas, entre outras. Uma loja de serviços e outra de alimentação terão de ser instaladas.

Com 334 hectares, o Caminhos do Mar abriga um patrimônio ambiental precioso, caracterizado por Mata Atlântica de grande beleza cênica, além de um acervo histórico-cultural que marca períodos da história do desenvolvimento de São Paulo. Vale ressaltar que a preservação das reservas ambientais continuará sob a responsabilidade da SIMA.

Restauro

O restauro dos nove bens tombados que compõem a Trilha dos Monumentos Históricos do Caminhos do Mar deverá ser feito valorizando o conjunto como monumentos únicos e independentes, para que esses se mantenham cada qual como parte do conjunto que compõe o percurso. São eles: Rancho da Maioridade, Ruínas, Belvedere Circular, Pontilhão Raiz da Serra, Monumento do Pico, Padrão Lorena, Cruzeiro Quinhentista e Calçada do Lorena.

A Fundação Florestou aprovou os recursos para execução do projeto de restauro na Câmara de Compensação Ambiental. O valor a ser disponibilizado pelo Poder Concedente para a realização das obras de restauro não poderá exceder R$ 4.251.853,45.

Os projetos executivos das obras já foram aprovados no Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Arqueológico, Artístico e Turístico (CONDEPHAAT). Os monumentos históricos, erguidos nos anos 1920 para comemorar os 100 anos da Independência do Brasil, homenageiam personagens dos primeiros anos do Império.

Objetivos da concessão

  • Modernização dos ativos e criação de mais atrativos para incremento na visitação;
  • Promoção de medidas de conservação e educação ambiental para turistas e população local;
  • Transformar Caminhos do Mar em uma destinação turística marcante do Estado de São Paulo.

Poderão participar da Consulta Pública pessoas físicas ou jurídicas. Os documentos para análise estão disponíveis no site da SIMA.

Sobre o Edital

Tipo: Concessão
Modalidade: Concorrência Internacional
Objeto: Concessão onerosa para reforma, gestão, manutenção, operação, exploração e modernização do Núcleo Caminhos do Mar do Parque Estadual Serra do Mar
Prazo: 30 anos
Critério de julgamento: Maior oferta de outorga fixa para exploração da concessão

Fonte: SP Notícias

Comentários Facebook

Deixe uma resposta