Para Maia, as indefinições do governo acabam sendo prejudiciais para a agenda do Congresso
Para Maia, as indefinições do governo acabam sendo prejudiciais para a agenda do Congresso

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), mandou nesta terça-feira, 18, um recado ao governo federal cobrando maior celeridade na definição de seu parecer sobre as privatizações. De acordo com o parlamentar, se o governo não quer privatizar os Correios, por exemplo, que decida logo para que o Congresso possa quebrar logo o monopólio da estatal.

Para Maia, as indefinições acabam sendo prejudiciais para a agenda.

“Se o governo não quer privatizar os Correios, que decida logo, para quebrarmos o monopólio”, disse o deputado.

Ele participou nesta terça-feira de evento do BTG Pactual, em São Paulo.

Maia disse, por exemplo, estar vendo resistências no Senado à privatização da Eletrobras e que, por isso, será preciso ajustar a modelagem ao que atende ao Senado.

Até porque, segundo o deputado presidente da Câmara, quanto mais se aproxima a eleição municipal mais difícil se torna privatizar a Eletrobras.

Fonte: Estadão

Comentários Facebook

Deixe uma resposta