Família de Araçariguama se recupera de estragos deixado por temporal - Foto: Arquivo pessoal
Família de Araçariguama se recupera de estragos deixado por temporal - Foto: Arquivo pessoal

A chuva e o lamaçal derrubaram a casa, mas não abalaram a união da família em meio ao caos deixado pela forte chuva que atingiu Araçariguama (SP), na última semana. Os filhos e o marido de Eliane Mota da Silva, de 31 anos, dormiam na madrugada do dia 10 quando saíram às pressas para não serem soterrados.

O menino mais velho, de 15 anos, estava quase na porta o imóvel quando não conseguiu escapar e sofreu ferimentos nas pernas, nos braços e no rosto. Ao G1, a dona de casa lembrou o momento de tensão e que quase perdeu os filhos para o temporal no bairro Tanque Velho.

“Foi um milagre, não era para meu filho ter sobrevivido por todo o estrago. Naquela noite recebi uma pancada na cabeça e fiquei tonta. Desci para procurar e vi ele andando em meio ao barro”, diz.

O jovem Raí Mota da Silva foi socorrido ao hospital e teve alta no dia seguinte. O paciente teve cortes e trincou um cotovelo.

Adolescente teve perna e braço feridos em chuva em Araçariguama - Foto: Arquivo pessoal
Adolescente teve perna e braço feridos em chuva em Araçariguama – Foto: Arquivo pessoal

Recomeço

Os pais e os cinco filhos estão em uma casa do patrão para quem o pai da família trabalha cuidando de animais, em um sítio. A situação, segundo Elaine, é provisória até que consigam alugar ou construir um novo imóvel.

“A casa aqui tem quarto sala e cozinha . Lá onde estávamos a gente não sabia, mas era área de risco. Graças a Deus estamos todos vivos e nos recuperando”, contou.

A casa onde estão fica perto do local onde ocorreu o incidente. Apenas com a renda do pai, eles recebem ajuda de conhecidos, como alimentação e roupas.

Temporal

Segundo a prefeitura, os principais bairros atingidos foram Tanque Velho, Igavetá, Caxambu, Viçoso, Aparecidinha, Vila Alumínio e Santa Ella.

Ao todo, cerca de 12 famílias ficaram desalojadas. Na ocasião, grupos de moradores e entidades sociais se mobilizaram para arrecadar mantimentos para os cidadãos mais prejudicados com as chuvas.

Fonte: G1

Comentários Facebook

Deixe uma resposta