O surto de coronavírus levou a que fossem tomadas uma série de precauções por parte dos governos locais chineses, medidas que foram também aplicadas às lojas, escritórios e fábricas de empresas tecnológicos. Este é, claro, o caso da Apple.

Numa nota enviada aos investidores, o reputado analista Ming-Chi Kuo especialista na Apple indica que “ainda há muitas incertas” sobre a situação na China. Não foram tecidas previsões sobre números de produção mas Kuo adianta que há riscos de novos adiamentos de produção e vendas abaixo do esperado para os iPhones em território chinês.

Entretanto, Kuo faz uma atualização sobre o estado das fábricas da Foxconn que estão encarregues da produção dos smartphones da Apple indicando que todas adiaram a abertura de portas por mais alguns dias.

Fonte: Notícias ao Minuto

Comentários Facebook

Deixe uma resposta