Pamela Anderson deu que falar nos últimos tempos na sequência do seu casamento repentino com o produtor de cinema Jon Peters. Sem dúvida que o que mais chamou a atenção foi o fato da união ter durado apenas 12 dias, apesar desta nunca ter sido oficializada perante a lei.

Segundo uma fonte próxima da artista, Pamela aceitou o compromisso porque o seu "coração estava aberto demais".

Para além disso, Anderson tinha acabado de regressar de um período de "limpeza espiritual na Índia" quando reatou com contacto com o agora ex-marido.

"A Pamela não funciona ao mesmo ritmo das demais pessoas, ela tem um coração aberto demais e apaixona-se muito rápido, de forma intensa", acrescentou o mesmo contacto.

Apesar de ter dito que sim, a atriz de ‘Marés Vivas’ acabou por se aperceber que tinha cometido um erro terrível. Isto porque ambos tinham prioridades diferentes, pois enquanto Pamela queria continuar a focar-se nos seus trabalhos sociais, Peter pretendia continuar a desfrutar da vida no mundo das celebridades.

Fonte: Notícias ao Minuto

Comentários Facebook

Deixe uma resposta