Faltou-lhes compreensão E muito discernimento Aprisionaram o coração Só ouvimos ais e lamentos
Faltou-lhes compreensão E muito discernimento Aprisionaram o coração Só ouvimos ais e lamentos

Sintomas de loucura
Tormentos e paranóias
O que era para ser candura
Deu final triste a história

Tudo podia ser belo
Puro, feliz e saudável
Mas o sentimento perverso
Deixou a alma num estado lamentável

Faltou-lhes compreensão
E muito discernimento
Aprisionaram o coração
Só ouvimos ais e lamentos

Uma loucura geral
É como vejo este mundo
Sentem prazer no que é mal
Nem veem o quão são sujos

As dores só aumentam
E o vazio aperta o peito
Angústias e lamentos
Plantadas pelo próprio sujeito

Como colher coisas boas
Se tua semente é maligna
Atitudes de um atoa
Palavras que contaminam

Se queres mudar teu interno
Ser alma decente e salutar
Só depende de tua consciência
Determinar para mudar

Cuide da sua terra
Comece a plantar o bem
Deixe esta vida de quimeras
Não faça-se um refém

 

Comentários Facebook

Deixe uma resposta