Estes sentimentos são perversos, pois é o desvio daquilo que seria considerado bom, correto e saudável
Estes sentimentos são perversos, pois é o desvio daquilo que seria considerado bom, correto e saudável

Infame: pessoa que pratica atos considerados condenáveis do ponto de vista moral ou social, pessoa desavergonhada, vil, desacreditada. Já a paixão como todos sabem, é um sentimento violento, que pode ser afetivo ou de ódio, geralmente imparcial a lógica. Então, se agregarmos a paixão a alguma coisa infame, temos a reação violenta de uma pessoa por algo que não existe, ou que não vale nada.

O ciúme, por exemplo, é uma paixão infame, uma reação violenta em cima de nada, tanto que o ciúme é considerado uma doença psicológica, assim como os psicopatas, que não se explica o porquê dos seus atos.

Então, o ciúme é uma reação interna, que é desencadeado dentro de uma consciência e que pode levar a pessoa até cometer um crime hediondo por nada. A paranoia é um desvio mental provocada pelo ciúme, que faz a consciência imaginar coisas que não existem, como por exemplo: quando se trata de um casal, a consciência dele ou dela se pergunta a todo momento: o que o meu parceiro está fazendo longe de mim? Será que ele ou ela está se relacionando com outra pessoa?

E o pior, é que geralmente o cônjuge, que é casado com uma pessoa ciumenta, geralmente gosta de provocar o ciúme, cometendo também torpeza e isto é um desvio de conduta, pois assim um alimenta o sentimento ruim do outro. Se um dos dois não se curarem de suas doenças, vão viver a vida toda assim, desregrados, um achando que é dono do outro, e o outro se achando, como se diz: o último biscoito do pacote.

Estes sentimentos são perversos, pois é o desvio daquilo que seria considerado bom, correto e saudável.  O ciúmes provoca um ciclo vicioso na consciência, que de tempos em tempos ela surta, como se fosse uma válvula de escape, na psicologia trata-se de uma crise psicológica, um descontrole emocional, é o famoso: perdeu a cabeça. E são nestas horas, da crise destas doenças, que alguns pacientes chegam até cometerem crimes.

Comentários Facebook

Deixe uma resposta