A pesquisa foi feita pela Agência Nacional do Petróleo, em postos de todo o País
A pesquisa foi feita pela Agência Nacional do Petróleo, em postos de todo o País

Abastecer o carro com álcool está mais caro. Semana passada, o preço médio do litro disparou de R$ 3,18 para R$ 3,24. A pesquisa foi feita pela Agência Nacional do Petróleo, em postos de todo o País.

Foi o décimo sétimo aumento seguido. E em pouco mais de quatro meses a alta chegou a 40 centavos. Um dos motivos seria o fim da safra de cana de açúcar, que terminou em boa parte das usinas, o que reduz a oferta, e deve ser retomada só em março.

O aumento do etanol ainda pode ter puxado o valor da gasolina. Que mesmo com a queda de três por cento nas refinarias, anunciada pela Petrobras, semana passada, avançou, nas bombas, de R$ 4,55 para R$ 4,58 o litro.

Em média, um carro flex abastecido com etanol roda uma distância 30% menor que aquele que tem gasolina no tanque. Por isso, quando um combustível fica mais caro ou mais barato, alguns donos de postos também mexem no preço do outro.

Tudo pra garantir uma diferença perto de 30% entre os dois e evitar que os motoristas abasteçam só com álcool ou só com gasolina.

Fonte: Agência Rádio 2

Comentários Facebook

Deixe uma resposta