Sentir o que o próximo sente Ficar feliz com a felicidade do outro Estar sempre presente Ser irmão, ceder seu ombro
Sentir o que o próximo sente Ficar feliz com a felicidade do outro Estar sempre presente Ser irmão, ceder seu ombro

Amor
Sentimento mais puro da compreensão
Mas cadê a sua ação
De verdade no coração?

Sentir o que o próximo sente
Ficar feliz com a felicidade do outro
Estar sempre presente
Ser irmão, ceder seu ombro

Dedicar-se por inteiro
Desejar salvar as almas
Plantar sempre a verdade
Para vê-las em estado de calma

Tentar curar o interno
Aflito de cada ser
Dar o remédio certo
Para o imo florescer

Ver a transformação
Da água para o vinho
Amolecer o coração
Arrancar cada espinho

Amor sincero e puro
Sem nenhuma má intenção
Fazer sentir-se seguro
Suscitar um grande irmão

Não visar seu próprio lado
Fazer sempre a nossa parte
Sem esperar nada em troca
Amar de verdade

Comentários Facebook

Deixe uma resposta