Pés leves a flutuarem Ao alcançar um grande prazer Gozo profundo na alma Verdadeiro resplandecer
Pés leves a flutuarem Ao alcançar um grande prazer Gozo profundo na alma Verdadeiro resplandecer

Subi ao alto da montanha
E senti a brisa me tocar
Felicidade tamanha
Mão divina a me afagar

Foi elevando o pensamento
Que me vi longe deste chão
Aprofundando o entendimento
Nos veios do meu coração

Pés leves a flutuarem
Ao alcançar um grande prazer
Gozo profundo na alma
Verdadeiro resplandecer

Deixando de rastejar
Por toda esta poeira
Como é gostoso voar
Apreciar de cima a cordilheira

Poetizo o caminho
Que trilho em meu inverso
Vereda do raciocínio
Desbravando meu universo

Nossa consciência é uma grandeza
E tudo se passa dentro dela
Podemos voar como a borboleta
Ou prender-se ao pó dessa esfera

Escrever nossa história
Com as cores alegres da vida
Leveza na trajetória
Traçada pela sabedoria

Michele Mi

Comentários Facebook

Deixe uma resposta