Toda consciência é livre e deve cuidar e buscar o que é bom para si mesmo, pois como já dito, a nossa consciência é um estado e os sentimentos dela dependerão de onde ela está ligada, do que ela mesma planta em si, pois tudo que plantamos, uma hora floresce, tanto sentimentos bons, quanto ruins.
Toda consciência é livre e deve cuidar e buscar o que é bom para si mesmo, pois como já dito, a nossa consciência é um estado e os sentimentos dela dependerão de onde ela está ligada, do que ela mesma planta em si, pois tudo que plantamos, uma hora floresce, tanto sentimentos bons, quanto ruins.

Sem dúvida nenhuma, a tempestade passa, mas muitas vezes ela deixa sequelas. Não devemos guardar mágoa e nem ressentimento, mas um coração ferido sempre guarda a sua dor. Uma relação depois de uma traição, nunca mais é a mesma, mas sempre fica aquela dúvida: se já fez uma vez, é porque está lá dentro da alma a capacidade. O mundo pode desabar, mas uma relação sólida nunca ruirá.

Toda relação deve estar firmada, tanto na fidelidade quanto na verdade. Se não houver verdade, fidelidade e amor, que é o sentimento mais puro da compreensão, na primeira chuvinha ela não aguenta e vai tudo para o chão. Hoje em dia a maioria dos relacionamentos são todos muito volúveis, são ligados a ciúme, a desconfiança, a mentira, a traição, a falsidade, hipocrisia e não existe nenhuma verdade nestas relações, mas só interesses, aparências e sentimentos de posse, onde um quer mandar no outro, sendo que o verdadeiro amor é liberdade.

A pessoa tem que estar ligada a você por prazer, e não por obrigação. O verdadeiro amor está condicionado a conquistar a pessoa amada a todo instante, e não como: agora você é minha (meu), e tem que fazer o que eu mando. Este tipo de “amor”, que na verdade não é amor, cai na primeira tempestade.

Para nos relacionarmos com alguém, primeiro devemos conhecer a base onde a pessoa está firmada, se a base dela é na verdade ou na mentira, se é na honra ou na desonra, se é no caráter ou na má índole. Afinal de contas tempos o poder do raciocínio para ver e analisar tudo antes, para não causarmos mal a nós mesmos, pois a maioria das relações tem causado muitos conflitos, tormentos e sentimentos desnecessários que assolam a alma.

Toda consciência é livre e deve cuidar e buscar o que é bom para si mesmo, pois como já dito, a nossa consciência é um estado e os sentimentos dela dependerão de onde ela está ligada, do que ela mesma planta em si, pois tudo que plantamos, uma hora floresce, tanto sentimentos bons, quanto ruins.

 

Comentários Facebook

Deixe uma resposta