Poesia na madrugada
Poesia na madrugada

Há momentos
em que quase te esqueço
e aquela flor cravada
em meu peito arrefece
Mas a mente, atenta,
logo restitui o fio,
a via da seiva…

Pois o amor conhece
o preço alto da distância
e nada substitui a verdade…

E aquelas pontes
que juntos erguemos
(eternos atalhos de saudade)
ainda se deixam notar
no final da tarde, mansa…

Cruzando os rios,
os traiçoeiros rios que separam,
na lembrança,
margens e linhas, verso e rima…
(Dia que vai embora, noite que se aproxima…)

(ETERNOS ATALHOS – HERALDO GOEZ)

do livro, Navegando Estrelas – Chiado Editora

Comentários Facebook

1 COMENTÁRIO

  1. Heraldo Goez, além de ser um Maravilhoso poeta, é também um excelente cantor, pintor e artista plástico!!!
    Adoro tudo o que ele faz de Artes!!! E esse livro Navegando Estrelas, é Maravilhoso, já tenho!!
    E super indico!

Deixe uma resposta